quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Review: Game of Thrones 7x05 (A cabeça do Dragão)

Escrito por: Gabriella Pires






Jaime é salvo por Bronn que o tira do rio em segurança após o ataque de Daenerys contra as tropas Lannister, indo para Porto Real para relatar o ocorrido para a Rainha Cersei. No campo de batalha Daenerys oferece piedade aos que se curvarem a ela e morte aos que se recusarem, Randyll e Dickon Tarly negam-se a atender o pedido da Rainha Dragão e são queimados vivos mesmo com os protestos de Tyrion.






Em sua chegada a pedra do Dragão, Daenerys e Drogon encontram Jon Snow, a fera se aproxima do Rei do Norte, porém, curiosamente, Jon pode fazer carinho no dragão. Logo em seguida, Dany reencontra Jorah Mormont, agora curado, e o abraça emocionadamente.


Tyrion e Davos são enviados clandestinamente para Porto Real para tentar convencer Cersei a acreditar na existência e ameaça dos caminhantes brancos, Tyrion encontra seu irmão Jaime, graças a um plano de Bronn, e alerta o perigo ao irmão. Enquanto isso, Davos vai à procura de Gendry, filho bastardo do Rei Robert, e pede que ele se junte ao Rei do Norte, Gendry aceita e ele, Davos e Tyrion voltam para Pedra do Dragão.


Jon encontra-se com Gendry e aceita seus serviços. Após uma discussão, é realizada uma expedição com Jon, Gendry, Jorah e Davos para o Norte em busca de uma prova para mostrar a Cersei da veracidade da existência dos caminhantes brancos.


Sam desiste de seu sonho de ser tornar Meistre e deixa a Cidadela com livros em que pode achar algo que ajude na luta que acontecerá no Norte, ele parte junto com Gilly, que havia revelado uma certa anulação de casamento antes de partirem.




Em Winterfell, Arya segue os passos de Petry Baelish o que faz com que ela encontre dentro de seu quarto uma carta em que Sansa assume que seu pai, Ned Stark, era um traidor, sendo tudo armado por Baelish para causar controvérsia entre as irmãs Stark.





No Norte, Jon junta-se com Tormund e os recém cativos: o Cão de caça, Beric Dondarrion e o sacerdote Thoros de Myr, juntos a companhia parte para além da muralha em busca de caminhantes brancos sem saber o que encontraram pela frente.