quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Crítica do Filme Sing Street



Sing Street ou “Cante na Rua” é um filme de comédia e drama de 2016 dirigido e escrito por John Carney. O filme que se passa nos anos 80 na Irlanda,é um típico musical.

Na cidade de Dublin, o pai de Conor está enfrentando um problema financeiro e decide cortar gastos. Um deles foi trocar seu filho para um colégio público só para meninos.No primeiro dia de aula,Conor sofre na mão de alguns meninos que estão pegando no seu pé por ser educado e diferente de qualquer outro menino.


Na saída do colégio ele encontra uma menina parada na calçada e pergunta sobre ela para Darren, seu novo amigo conta um pouco sobre a garota misteriosa e ele com tremenda curiosidade decide ir falar com ela. Durante a conversa,Conor inventou que precisava de uma modelo para gravar o clipe da sua banda.O problema todo é que ele não tinha nenhuma banda e que agora precisava formar uma.

Depois da formação da banda com ajuda de seu novo amigo, Darren, os meninos começaram levar a sério a banda e começaram a escrever musicas próprias com ajuda do irmão de Conor. Todas elas tinham clipes gravados com Raphina.


Raphina é a garota misteriosa que sonha um dia seguir a carreira de modelo e fugir para Londres junto com um rapaz mais velho. Todo o seu sonho vem a baixo depois que seu “namorado” engana ela durante a viagem para Londres.Raphina estava apaixonada por Conor,já que o garoto escreveu tantas musicas pra ela.


Crítica Pessoal:

O filme tem uma espécie de animação que não tem como explicar. As canções do filme são ótimas e todas bem envolventes.A história do filme é bem contada e sua ambientação dos anos 80 é excelente .O filme tem uma linda história que trás lindas mensagens.

4,5/5